Prefeito de Itacoatiara diz NÃO ao plano de contingência apresentado do Governo Lima

0
576
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Anuncie sua empresa conosco. Clique aqui!
Anuncie sua empresa conosco. Clique aqui!

A Prefeitura de Itacoatiara, por meio de sua página na rede social Facebook, informou que NÃO irá aderir ao plano de contingência apresentado pelo Governador Wilson Lima, nesta tarde de quarta-feira, 23 de Dezembro, diante o aumento dos casos de Coronavírus Covid-19 no Estado. A Prefeitura destacou que devido ao baixo número de internações e mortes em Itacoatiara, não há necessidade de medidas radicais no Município.

“A Prefeitura de Itacoatiara, informa que após análise dos números epidemiológicos do Município, considerando o baixo número de internações por Covid-19 e que não há registro de óbitos nos últimos 23 dias, resolve não aderir ao plano de contingência anunciado nesta quarta-feira (23), pelo Governo do Estado do Amazonas”.

Anuncie sua empresa conosco. Clique aqui!
Anuncie sua empresa conosco. Clique aqui!

“As medidas estabelecidas no Decreto n. 1.096 de 03 de novembro de 2020 e 1.144 de 10 de dezembro de 2020 continuam válidas e podem ser alteradas a qualquer momento, com base nos indicadores técnicos relativos ao tema.

Pedimos a colaboração da população, em especial aos donos de estabelecimentos comerciais, pois o cumprimento fiel das normas estabelecidas em nossos decretos, é garantia de que Itacoatiara continue sendo exemplo no enfrentamento à Pandemia, possibilitando assim a flexibilização das medidas restritivas.

Evite aglomerações e use máscara de proteção sempre!”, finalizou.

Anuncie sua empresa conosco. Clique aqui!
Anuncie sua empresa conosco. Clique aqui!

Decreto Estadual

O Governo do Amazonas anunciou que eventos e serviços não essenciais estão proibidos em todo o estado a partir de sábado (26). A determinação vale até o dia 10 de janeiro e considera aumento de casos e internações de Covid-19.

Até esta terça-feira (22), mais de 5,1 mil pessoas morreram com a Covid-19 no Amazonas, e mais de 193 mil foram infectadas. O número de pessoas internadas, atualmente, passa de 500.

De acordo com o governo, a partir de sábado, o comércio e estabelecimentos não essenciais deverão funcionar apenas por drive-thru e delivery, até 21h – assim como atividades nos shoppings. Eventos, reuniões comemorativas, casamentos e formaturas neste fim de ano estão proibidos.

Os hotéis poderão atender ao público, mas os restaurantes desses estabelecimentos devem atender apenas os hóspedes. Espaços públicos do estado também voltarão a ser fechados.

Conforme o governo, feiras e mercados poderão funcionar, mas os horários ainda devem ser estabelecidos, e o serviço intermunicipal será mantido, mas com intensificação das fiscalizações. As atividades da indústria também estão autorizadas a funcionar.

O governador Wilson Lima afirmou que os eventos clandestinos de fim de ano devem ser fechados, e os equipamentos de som e iluminação, assim como bebidas, devem ser recolhidos pela polícia.

“O aumento [casos de Covid] tem relação com eventos que geram e geraram aglomerações. As eleições tiveram participação significativa nesse processo, e agora estamos colhendo os frutos disso. Também temos as festas clandestinas que têm acontecido com muita frequência em Manaus”, declarou Lima.

Conheça a Faculdade Católica Paulista. Clique Aqui.
Conheça a Faculdade Católica Paulista. Clique Aqui.
Conheça a Cirurgiã Dentista Simara Moreira. Clique Aqui.
Conheça a Cirurgiã Dentista Simara Moreira. Clique Aqui.
Conheça a Drogaria Rio Amazonas. Clique Aqui.
Conheça a Drogaria Rio Amazonas. Clique Aqui.

Deixe uma resposta