Prefeito Abrahim comparece no Garajão para debater sobre pagamentos de garis

1
621
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Anuncie sua empresa conosco. Clique aqui!
Anuncie sua empresa conosco. Clique aqui!

O Prefeito de Itacoatiara, Mário Abrahim, do Partido da Social Cristã (PSC), compareceu no início da manhã deste sábado, 13 de fevereiro, no Garajão, Bairro do Santo Antônio, para debater a situação diante os pagamentos para empresa terceirizada responsável pelos profissionais de limpeza pública. Sem previsão até o momento para os repasses, tanto pela empresa quanto pela entidade pública, os profissionais da limpeza retornarão na segunda-feira, 15 de Fevereiro, às 07h, no local para reivindicar.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Anuncie sua empresa conosco. Clique aqui!
Anuncie sua empresa conosco. Clique aqui!

De acordo com funcionários da empresa Estrela Guia, os repasses dos serviços prestados ainda não foram pagos pela empresa. O representante da empresa alega que os repasses não foram feitos pela Prefeitura, estando em atraso 10 dias (Referente a Dezembro) e 01 mês (Referente a Janeiro), no montante aproximado de 1.800.000,00 (Um milhão e Oitocentos Mil Reais).

Sem acordo com a Empresa Terceirizada

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Sem acordo com a empresa terceirizada para o repasse dos valores em atraso previsto em contrato. A Prefeitura Municipal de Itacoatiara deixou um documento no Garajão para contratação temporária dos profissionais de limpeza pública.

Conflito

De acordo com um servidor que não quis se identificar, o representante da empresa Estrela Guia informou que mesmo sem o repasse por parte da Prefeitura, estará pagando os salários até quinta-feira, 18 de fevereiro, e a partir da próxima semana estarão trabalhando normalmente para empresa prestando os serviços contratados pela entidade pública. Conforme destacado pelo servidor, durante a reunião com o gestor público, foi solicitado para que os profissionais da limpeza estejam levando suas documentações para Prefeitura contratar diretamente, em desacordo o representante informou que para isso necessitariam estar solicitando sua demissão junto a empresa, perdendo assim seus direitos trabalhistas. Diante a situação, temem perder seus direitos previsto na Consolidação dos Direitos de Trabalho (CLT), e ficarem sem emprego em plena pandemia.

Matéria Sujeita a atualização*

000 1

001

FB IMG 1604143672933

Siga-nos.
Instagram
Youtube
Twitter

☎️Canais de Atendimento:
Whatsapp: (92) 99429-3162

1 COMENTÁRIO

  1. Não é justificável nenhum tipo de atraso…

    Mas na gestão passada os profissionais de saúde passavam meses e meses sem receber e não tinha todo esse barulho.

Deixe uma resposta